Skip links

Projetos Ambientais

A conservação do meio ambiente, por meio de projetos voltados à proteção e recuperação de matas nativas, da biodiversidade, de nascentes e de outros cursos d’água, é uma parte fundamental do negócio da Bracell. Estamos comprometidos em monitorar as regiões em que atuamos, gerenciar riscos e impactos e agir de forma transparente em relação às práticas da empresa junto à sociedade.

Investimos em iniciativas de aprofundamento do conhecimento sobre os territórios em que atuamos. Isso inclui monitoramento criterioso de espécies ameaçadas, programas robustos de recuperação e proteção do meio ambiente, além do desenvolvimento de parcerias para transferência de tecnologias. Ao todo, a Bracell protege 89.561 mil hectares (ha) de áreas naturais, o equivalente à área de Berlim, capital da Alemanha.

Dentre as áreas que ajudamos a proteger, destacam-se as Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN), reconhecidas como parte do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) e destinadas à conservação ambiental, pesquisa e turismo.

Somos proprietários de 5.402 ha de RPPN, dentre elas as duas maiores do Litoral Norte da Bahia: a Subaumirim, com 1.607 ha, e a Lontra, com 1.377 ha e reconhecida pelo Unesco como Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Possuímos também mais 2.768 ha de RPPN em aprovação na Bahia, o que significa que quando o processo tiver finalizado, teremos uma área de Reservas Particulares do Patrimônio Natural equivalente a 8.170 campos de futebol.

Tudo isso mostra que a nossa responsabilidade com o meio ambiente é proporcional à seriedade dos nossos negócios.

RPPN Lontra

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Lontra, localizada entre os municípios baianos de Entre Rios e Itanagra, é a segunda maior RPPN do Litoral Norte baiano, atrás apenas da Subaumirim, também de propriedade da Bracell. Classificada como uma floresta ombrófila densa, a RPPN Lontra possui vegetação perene com árvores atingindo até 40 metros de altura.

Em 2019, a Lontra recebeu o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA). Essas Reservas têm um modelo de gestão integrada, participativa e sustentável dos recursos naturais reconhecido pela Unesco. Isso quer dizer que se trata de um local de excelência para trabalhos de pesquisa científica, promoção da conservação e desenvolvimento sustentável regional. Ressaltamos que, diferentemente dos demais Postos Avançados da Bahia, a RPPN Lontra é o único que pertence a uma empresa, a Bracell.

O protetor da RPPN Lontra

Era para ele se chamar Diógenes, mas o escriturário se confundiu e ficou Dioenes. Com o tempo, o nome foi reduzido e virou ‘John’. Dia sim, dia não, John percorre a RPPN Lontra para fazer seu trabalho como vigilante. “Se eu pudesse, vinha todos os dias, porque aqui a gente sempre descobre uma coisa nova. A cada ronda vejo uma árvore ou um bicho que nunca tinha visto”, diz, orgulhoso.

Biodiversidade

Na RPPN Lontra, já foram identificadas diversas espécies raras e endêmicas da fauna e flora, inclusive, algumas até então desconhecidas pelos cientistas. O monitoramento dos bioindicadores aponta, apenas na RPPN Lontra, para a ocorrência de 78 espécies da flora e 91 de fauna, sendo várias delas incluídas em listas de espécies ameaçadas de extinção.

Monitoramento de Fauna e Flora

A Bracell monitora continuamente a biodiversidade em suas áreas, utilizando a presença de espécies da fauna e flora silvestres como bioindicadores. Este programa visa à melhoria do manejo florestal, minimizando os impactos causados pelas operações e, consequentemente, contribuindo para a preservação da diversidade biológica. Esse monitoramento abrange espécies da flora, répteis, anfíbios, aves e mamíferos. A ocorrência de um grande número de espécies ameaçadas demonstra a qualidade da biodiversidade no meio ambiente preservado pela empresa.