Skip links

Bracell apresenta Projeto Star para empresários

O diretor Geral da Bracell, Pedro Stefanini; o gerente de RH, Carlos Gasparetto e a gerente de Comunicação, Ana Paula Bortolozzi estiveram presentes em uma reunião realizada na Prefeitura Municipal para apresentar o Projeto Star aos empresários de Macatuba. O Projeto Star, nome dado a ampliação da fábrica de celulose da Bracell, tem investimentos na casa de R$ 7 bilhões e geração de 7,5 mil empregos durante o período de pico da construção. A apresentação foi conduzida pelo diretor Pedro Stefanini e o gerente Carlos Gasparetto. O prefeito Marcos Olivatto abriu a reunião agradecendo a todos os presentes e enaltecendo a importância do investimento e a atenção da Bracell com a comunidade e os agentes econômicos.

O encontro promovido pela Prefeitura de Macatuba, com o apoio da ACE (Associação Comercial de Empresarial) de Macatuba, foi realizado no Salão Nobre do Paço Municipal “Treze de Junho”, nesta quarta-feira, 22 de maio, e contou com a presença do presidente do Legislativo, Júlio Cesar Saes, dos vereadores Anderson Ferreira, Eloizio Abel, Fabricio Gino Pereira e Lazão Cordeiro, do presidente da ACE, Evandro Manfio, do diretor da Santa Casa, Armando Soares de Oliveira, secretários de governo e convidados.

O secretário de Desenvolvimento, Pedro Martins, apresentou o programa Emprega Macatuba e falou da importância de empresários e trabalhadores aderirem ao cadastro eletrônico, que vai ser a base para o oferecimento de mão de obra e de serviços.

“Foi uma reunião muito boa, vários pontos foram esclarecidos e a partir de agora os comerciantes e as empresas que queiram fazer negócio com a Bracell já têm um canal, que é o Emprega Macatuba, e que está disponível no site da Prefeitura. Estamos oferecendo ferramentas para que os macatubenses possam trabalhar e crescer com esse boom de desenvolvimento que se avizinha”, disse o prefeito Marcos Olivatto.

Stefanini e Gasparetto esclareceram as dúvidas dos presentes e ressaltaram que antes de se fazer altos investimentos é preciso lembrar que a obra vai durar dois anos e, por conta disso, tudo tem que ser avaliado com muito critério para que os comerciantes não fiquem endividados. Disseram ainda que é uma ótima oportunidade para o desenvolvimento econômico de Macatuba e região.

Outra abordagem importante foi em relação aos novos empregos que serão gerados e da necessidade qualificação profissional dos trabalhadores.